Filmes Comentários

quinta-feira, 13 de junho de 2013

BRASIL, TETRACAMPEÃO EM CRUELDADE COM NOSSO POVO

JORNAL COMENTADO 120

8:23 – 13.06.2013 – Quinta-feira

tony PACHECO*



“O problema não é o preço da passagem, é o serviço que é péssimo”
(especialista fala ao Jornal GloboNews, da TV fechada, na quarta-feira, 12.06.2013, analisando os protestos contra preço das passagens de ônibus)

“Quem está protestando contra o aumento do ônibus em São Paulo não é manifestante, é desordeiro, bagunceiro...”
(locutor da Rádio Jovem Pan FM, São Paulo, às 9 horas da manhã de hoje, 13.06.2013, mostrando imensa simpatia pelos donos do perfeitíssimo sistema de transporte brasileiro)

E já que estamos em tempos de Copa, já somos campeões quatro vezes na modalidade de jogo CRUELDADE CONTRA O POVO: Saúde, Educação, Transporte e Segurança.
Muitos poderão dizer, “você esqueceu do lazer, você esqueceu dos aeroportos, dos portos, das rodovias”, mas não, não esqueci. É que escolhi os temas onde a crueldade do Estado Brasileiro, DESDE SEMPRE, dói mais na carne e no bolso do brasileiro.
A especialista que foi entrevistada no canal pago GloboNews (quem for assinante, é só ir na grade de programação e assistir), falou o óbvio que, claro, as autoridades federais, paulistas e paulistanas e do resto do Brasil, insistem em “ignorar”: o problema é que o sistema de transporte público no Brasil é caótico, desconfortável, sem horário, lento, ultrajante.
Mas, vamos analisar um a um, os campeonatos de crueldade contra a população, que, pelo visto, começa a ficar enojada de tanta falta de respeito:

1)     SAÚDE – todos os dias, milhões de brasileiros, nas grandes e médias cidades brasileiras, acordam de madrugada para tentar conseguir atendimento médico especializado, que nunca está disponível. E se for emergência, óbvio, acontecerá a qualquer hora do dia ou da noite: aí será pior, pois baterá com a cara na porta, pois NUNCA TEM MÉDICO, NUNCA TEM LEITO, NUNCA TEM MEDICAMENTOS. São dantescas as imagens que se vê, todos os dias, nos canais de TV populares, de pessoas esperando sentadas ou deitadas em corredores de emergência.
E que fique bem claro, isso NÃO É OBRA DO GOVERNO DO PT, o PT apenas segue a tradição e não faz nada. É uma tradição do serviço público brasileiro. NUNCA HOUVE no Brasil atendimento em saúde digno para a população carente e, agora, extraordinariamente, também para os ricos e os da classe média. O cantor Netinho é emblemático. Embora rico, quase morreu nas dependências de um hospital particular caríssimo de Salvador e acabou sendo levado às pressas para o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, aquele mesmo no qual foram salvas as vidas de Lula e José Alencar. Quer dizer, o que antes era um caso de perseguição e desprezo do Estado à população pobre, hoje está se espraiando em direção a quase todas as camadas: temos, ao contrário do que dizia o ex-presidente torcedor-gozador, um dos piores sistemas de saúde pública do mundo. Ele é vasto, ele é universal, SÓ QUE NÃO FUNCIONA E MATA AOS MILHARES. E foi assim na ditadura dos generais-almirantes-brigadeiros (1964-1985), e é assim na democracia do PMDB-PSDB-PT (de 1985 até hoje).

2) EDUCAÇÃO – O senador Christovam Buarque “há séculos” vem martelando no Congresso Nacional a necessidade urgente de o Brasil cuidar da Educação do seu povo e, aqui na Bahia, temos o empresário Joaci Góes que não esquece o tema também. EM TODOS OS COMPARATIVOS INTERNACIONAIS DE PROFICIÊNCIA DO ALUNADO, o Brasil está sempre nos últimos lugares, denunciando o péssimo ensino público e privado que existe no nosso País.
Baseada nos resultados do PISA (sigla em Inglês do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes), a organização Pearson International criou a "The Learning Curve" (Curva do Aprendizado), que monitora a qualidade da Educação em 40 países. O resultado de 2012 é emblemático do DESPREZO QUE O ESTADO BRASILEIRO SEMPRE DEVOTOU À EDUCAÇÃO: o Brasil ficou em TRIGÉSIMO NONO LUGAR entre 40 países, só “vencendo” a Indonésia.
Só aqui, no continente americano, ficamos atrás do Canadá, EUA, Chile, Argentina, Colômbia e México.
E se você é papaizinho ou mamãezinha de classe média alta, não fique feliz não: o PISA inclui todas as classes sociais, o que significa dizer que a Educação no Brasil É RUIM NA ESCOLA PÚBLICA E NA ESCOLA PARTICULAR.
Continuando assim, do Brasil nunca sairá um Prêmio Nobel e nossos filhos, quando forem trabalhar no exterior, será para lavar pratos (nada contra os lavadores de pratos...).
Claro que o MEC lhe oferecerá milhões de estatísticas de “como estamos melhorando”. Sim, estamos melhorando há 513 anos e em 2013 estamos em penúltimo lugar num comparativo de 40 países...

3) SEGURANÇA- aliás, este termo já devia ter mudado para INSEGURANÇA, pois o brasileiro é um dos povos que mais temem, no mundo, ser assassinado.
Vamos usar os dados de um órgão do próprio governo, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), para não dizerem que estamos torcendo fatos. Segundo o Sistema de Indicadores de Percepção Social (SIPS) sobre Segurança Pública, divulgado pelo IPEA, 78,6% dos brasileiros disseram ter muito medo de ser vítima de homicídio, e olhe que o estudo não encontrou diferenças importantes nas respostas por nível de escolaridade, renda, estado civil ou cor da pele dos entrevistados. Dos entrevistados ouvidos pelo IPEA, 73,7% também têm muito medo de ser vítima de um assalto.
E, claro, os moradores do Nordeste (onde está a nossa querida Boa Terra, a Bahia) são os que têm mais medo de assassinato, com 85,8%.
Adicione-se a isso que A MAIORIA ESMAGADORA DOS ASSASSINATOS E ASSALTOS NUNCA TÊM OS CRIMINOSOS LEVADOS À JUSTIÇA e temos um País entregue à bandidagem e ao medo. E tem mais, o próprio ministro da Justiça atual diz que as cadeias pelas quais ele é responsável, são masmorras medievais e que se todo mundo que comete crime fosse preso, não haveria cadeia. Isto é, acenda uma vela de 7 dias e reze, cidadão, reze muito, para TODOS OS DEUSES.

4) TRANSPORTE - as deficiências e a falta de respeito com o povo é GRITANTE em relação à mobilidade nas grandes e médias cidades brasileiras, onde está a maioria da população do País. E há uma CONSPIRAÇÃO DE INEFICIÊNCIA E CRUELDADE como não se vê em nenhum outro setor. O serviço de ônibus de Salvador é igual ao de São Paulo, do Rio, Belo Horizonte, Recife ou qualquer outra grande cidade. São ônibus velhos, desconfortáveis, SEM AR CONDICIONADO (a maior parte do ano o Brasil torra entre 25 e até 40 graus, moro aqui e sei) NEM CALEFAÇÃO (sim, porque no Sul e Sudeste, no Inverno as temperaturas estão sempre abaixo de 18 graus durante várias horas do dia, sou de lá e sei). Os horários não são cumpridos e as frotas são ridiculamente pequenas para a quantidade de usuários.
Os metrôs, aonde existem e que merecem este nome, só em S. Paulo e Rio. Mas as malhas são ridiculamente pequenas, como os pouco mais de 70 km de S. Paulo, se comparados aos metrôs de cidades de mesmo porte, como Xangai (434 km), Londres (408 km), Nova York (369 km) ou Tóquio (328 km). E para mostrar o DESPREZO de todas as autoridades, de todos os níveis, com o povo brasileiro, basta dizer que um país como  a China, que HÁ SOMENTE 30 ANOS ERA MAIS POBRE QUE O BRASIL, hoje tem três dos maiores metrôs do mundo, Xangai (434 km), Pequim (336 km) e Guangzhou (236). Ou, então, veja-se os metrôs de países mais pobres que o Brasil, como a Espanha, onde Madrid tem 283 km e Barcelona tem 162 km de metrô ou os nossos vizinhos Chile, onde Santiago tem 108 km e no México, a capital tem 195 km de malha metroviária.
Quer dizer, a questão não é de riqueza (estamos entre as 10 mais ricas economias do mundo), a questão é de ONDE OS GOVERNOS GASTAM OS IMPOSTOS QUE PAGAMOS. E, aqui, ao contrário de países ricos e pobres, nossos governos gastam em estádios de futebol que depois ficam ENTREGUES ÀS BARATAS, pois nossos jogos de futebol (com exceção dos jogos do Bahia, do Corinthians, Grêmio, Sport e Atlético) nunca atraem mais que 25 mil pessoas (no caso do Corinthians) ou 16 mil, no caso do Bahia. Dados de 2012 do portal Globoesporte.com e isso é estarrecedor. COMO SE GASTA EM BOBAGEM PARA MEIA-DÚZIA DE GATOS PINGADOS GANHAREM FORTUNAS COMO CARTOLAS E NÃO SE GASTA NADA EM TRANSPORTE PÚBLICO.

Resumo da ópera: os manifestantes de São Paulo estão certos ou errados de quererem incendiar este País para escorraçar nossas autoridades COMO OS TURCOS estão fazendo? Responda. Eu já tenho minha resposta.

* tony Pacheco é jornalista-radialista profissional (DRT 966).

3 comentários:

  1. paredón nestes cabra

    ResponderExcluir
  2. Quando uma pessoa piza na bola com outra, dar um calote ou é enganado (a), relatam aquele velho jargão " O mundo dar muitas voltas". Eu quero que o mundo dê logo essa volta e que esse políticos passem a usar tudo do serviço público. # REVOLTADO!

    ResponderExcluir
  3. A culpa de tudo isso é do PT, este partido que o povo ignorante, analfabeto, desempregado, que só quer o bolsa-esmola tanto gosta. Desde 1.500 que o PT governa o Brasil e só fez merda...

    ResponderExcluir