Filmes Comentários

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

"A CHEGADA", O FILME, É A CHEGADA DO ABORRECIMENTO, DO PORRE, DA CHATEAÇÃO, DE DUAS HORAS PERDIDAS.



Sério candidato ao Oscar. Ao Oscar Alho.

tony PACheco

Este filme não vale um tostão furado. É lento, é chato e tenta ser sério e, aí, fica susceptível a análises. Crianças, acreditem na Ciência, é impraticável, pelas leis da Física, qualquer ser chegar ao nosso planeta em naves. As distâncias são incomensuráveis. Se alguém se dignasse a sair de uma outra galáxia para cá, quando chegar aqui, o planeta das criaturas já não existiria mais. Já os planetas próximos, tanto do Sistema Solar como dos outros sistemas na Via Láctea que estão sendo descobertos pelos telescópios em órbita da Terra, só mostram rochas inabitáveis, com céus de onde cai chuva de metano. Isto tudo é Isaac Asimov, Carl Sagan, Stephen Hawkins. Se um dia houver aliens, os aliens seremos nós, humanos, que poderemos, sim, colonizar Marte e a Lua para fugir da Terra inabitável que estamos construindo. E não acreditem em mim. Perguntem ao nosso professor Google... Agora, o que ofende a inteligência neste filme pretensamente sério é que nos chateia com ALIENS BONZINHOS. Não existem coisas boazinhas 100% no Universo: a cada segundo uma galáxia abalroa outra destruindo milhares e milhares de planetas, buracos negros comem galáxias inteiras, planetas se chocam, cometas e meteoros aterrorizadores fulminam planetas e satélites e, aqui no nosso planetinha, todas as espécies (nós, principalmente...) vivem para si próprias, destruindo-se mutuamente. O Universo é um octógono onde todas as espécies e coisas lutam para sobreviver e isso implica, necessariamente, em violência. Achar que seres gatinhos, fofinhos, estão cuidando de nós e vão nos visitar trazendo tecnologia de ponta e... muito amor, é ser OLIGOFRÊNICO. Olhem em volta, pelo amor dos deuses!!! "A Chegada" merece é o Oscar 2017. O Oscar Alho.

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Países quase libertários


Ricardo Líper

Observem e vejam quais países atualmente proporcionam aos seus habitantes, liberdade e igualdade quase geral para todos.  A única coisa que mede de fato a igualdade entre as pessoas é a diferença entre a maior e a menor renda mensal ou anual. Se não há muita diferença, temos um país chegando perto do anarquismo. Países como Noruega, Suécia, Holanda, Islândia, Suíça, Japão e Canadá instituíram um sistema de solidariedade cooperativa, quem ganha mais ganha, na verdade, pouco mais do que quem ganha menos. O outro sintoma que indica ser uma sociedade mais libertária é se ela aboliu todo tido de censura e se seus habitantes deixaram de ser censores. Anarquismo é isto: rendas iguais e abolição total de censuras e censores. Por isso nesses países os presídios estão sendo fechados por não terem mais clientes, como na Suécia e Holanda. Já a Noruega tem prisões tão humanizadas que o sujeito sai e não pratica mais crimes: é um dos maiores índices de ressocialização do mundo. Já aqui nesta distopia chamada Brasil fecham-se escolas para construir presídios e o sujeito já sai da cadeia para cometer mais crimes no mesmo dia. É utopia o que está ocorrendo com esses países citados acima? Para os canalhas e suas vítimas é. Não me parece, porque estamos vendo ocorrer com alguns países no aqui e agora. Tem anarquistas que também só acreditam que eles são anarquistas e ninguém mais. Mesmo diante de relações e ações libertárias eles não acredita serem anarquistas. Sugiro a todos os anarquistas, ou quem o quiser, que liguem seus anarcômetros e verifiquem em que países têm esses dois marcadores mais altos: semelhança ou proximidade de salários e ausência de censuras. E comparem a qualidade de vida deles com a que você tem na pocilga que vive.


terça-feira, 15 de novembro de 2016

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

O fiscal dos órgãos genitais dos outros não é só um fascista, sofre de uma doença.

Ricardo Líper

Uma das piores coisas que pode ocorrer com uma pessoa é se tornar fiscal dos órgãos genitais dos outros. Esse tipo de doença se manifesta como a vontade dessas pessoas fiscalizarem como os outros usam seus órgãos genitais.  Se você está preocupado e por isso fiscalizando como todos usam seus órgãos genitais, sente prazer falando nisso, é comum usar religiões ou apelos morais ou ainda os mais graves usando a própria psicologia para justificar sua psicose, você está sofrendo de uma patologia grave, procure um psiquiatra para lhe atender com urgência. Você pode agredir os outros, com já faz com palavras, com gritos, jogando objetos, com violência física, e, devido a esses delírios e manias, chegar a matar em uma crise psicótica mais violenta, que no seu delírio, não aprovou como a outra pessoa usa seus órgãos genitais. É fácil você entender que você está delirando e, portanto deve procurar ajuda. Você é um tipo de psicopata que, devido a esse distúrbio, pode surtar a qualquer momento. É uma pessoa perigosa que pode até necessitar ser internada a partir do grau de periculosidade para conviver com os outros devido a suas agressões violentas e assassinatos.  Você sofre de uma psicose grave que é o fiscalismo: a vontade, que você não controla, de fiscalizar os órgãos genitais dos outros.
            Não se sabe ainda se tem cura. Se existe algum remédio. Esse tipo de psicopatia pode ser chamado aqui doravante de apenas O Fiscal. Várias hipóteses científicas indicam as pesquisas: será que é uma forma de falar de seus desejos e sofrimentos eróticos reprimidos por pai e mãe? Será que é resultado de uma postura política nazista que também indicaria psicopatia? Cabe também pesquisar se é de origem genética? Verificar se são irmãos gêmeos, ambos também são fiscalistas ou também pode se chamar os que sofrem dessa doença de fiscais. Ou ainda se é um resultado de psicopatias, depressão, ansiedade entre outros distúrbios que possam explicar ou acentuar essa patologia.


sexta-feira, 11 de novembro de 2016

"SNOWDEN", O FILME, É DEVASTADOR, SINISTRO. VEJA HOJE AINDA NOS CINEMAS.

tony PACheco

"SNOWDEN", O Filme.
Para quem quer entender, de verdade, como funciona o mundo.
Obama, Putin e Snowden: as estrelas do filme.
Alguns minutos antes de pegar a BR preciso compartilhar com vocês a impressão sobre o filme que vi, ontem à noite: "SNOWDEN". Fomos ver no Cinépolis Bela Vista. Ao sair do cinema, senti como estava equivocado ao recusar Vladimir Putin e sua política de enfrentamento aos EUA. Putin pode ser um tirano, mas, neste momento da História humana, ele é supernecessário. O filme mostra que Edward Joseph Snowden poderia simplesmente estar morto hoje se Vladimir Vladimirovitch Putin não tivesse a coragem de desafiar Barack Hussein Obama e dado asilo ao americano que trabalhava para a CIA e NSA. O mesmo Obama que teve revelado para o mundo o seu esquema de ESPIONAR não os terroristas muçulmanos e outras ameaças aos Estados Unidos, mas espionou Angela Merkel, da Alemanha, Dilma Rousseff, do Brasil, e também todos os seres humanos deste planeta que tivessem um celular ou um computador. Snowden, genial analista de dados trabalhando para a espionagem americana, sentiu o impacto de ver toda a Humanidade (ou seja, nós, pessoas comuns, que não somos ameaças nem aos passarinhos aqui da rua...) sendo metodicamente espionada em seus e-mails, em suas mensagens do MSN, do WhatsApp, do Facebook, do Instagram. Ao denunciar a falsa imagem de bonzinho de Obama, Snowden fez o maior serviço à Humanidade que um ser humano pode fazer. O filme do diretor americano Oliver Stone (ganhador de 3 Oscars, pois é um diretor competentíssimo e corajoso) está sendo, obviamente, boicotado nos EUA. Mas você pode vê-lo aqui em Salvador.
POR FAVOR, NÃO DEIXE DE VER E LEVE AMIG@S, NAMORAD@S, COLEGAS, FILH@S, SOBRINH@S. Vá de galera e aprendamos com Snowden: conhecimento é tudo!
Depois, se tiver paciência, deixe um comentário aqui pra galera ou então compartilhe com os amigos da sua lista do Face, do WhatsApp, do seu mailling.

BRASIL TEVE OPORTUNIDADE DE DAR ASILO A SNOWDEN E TEVE MEDO...

Nós dissemos em 12 de julho de 2013, aqui no blog e no Facebook: o ano em que o Brasil poderia ter se tornado, pela primeira vez em nossa História, um país relevante no cenário internacional. Mas era Dilma a presidente e Patriota o chanceler: uma sem culhão pela própria natureza e outro sem culhão, ah, sei lá porquê...

BRASIL VAI PERDER SNOWDEN POR MEDO OU BURRICE?
Antes de mais nada, BOM DIA MR. OBAMA!
Depois de cumprimentar quem nos espiona diariamente, o Jornal Comentado do blog http://osinimigosdorei3.blogspot.com/ comenta a burrice que o governo brasileiro está fazendo ao deixar escapar um técnico da qualidade de Edward Snowden. Nosso governo esquece, por exemplo, que EUA e Rússia conseguiram programas atômico e espacial roubando cientistas nazistas (Von Braun, Otto Hahn etc.). Desta vez, não haveria roubo. O técnico cibernético está à disposição, doido para trabalhar aqui e, aí, nosso chanceler Antonio Patriota não vê isso. Acesse o blog e diga se você concorda ou discorda.

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

EM 23 DE AGOSTO DISSEMOS QUE "TRUMP TERÁ UMA VITÓRIA HISTÓRICA"

toNY pACHeco

Mantivemos, nos últimos quatro anos, uma coluna chamada GiraMundo, na rádio CBN Salvador, que faz parte de uma poderosa rede nacional de rádio só de notícias.
Não estamos felizes porque Donald Trump ganhou as eleições nos EUA. Sabemos exatamente que tipo de reacionário que ele é. Mas estamos felizes, sim, por não termos escondido a realidade das pessoas que acessam este blog: TRUMP TINHA, SIM, CONDIÇÕES DE SER ELEITO, pois os eleitores do mundo inteiro estão de saco cheio dos políticos.
E, assim, sem bola de cristal, mas apenas usando os dados da realidade, dissemos em 23 de agosto de 2016, que, graças ao cansaço das pessoas, "Trump terá uma vitória histórica".
Não deu outra, até porque, também dissemos na coluna GiraMundo, Hillary era uma candidata mafiosa do sistema bélico americano. Mais belicista, inclusive, que o próprio Trump, que também é um supremacista, que acha que os EUA são os "donos do mundo".
Mas, analista não deve ter preferências, deve analisar e passar os resultados dos dados que coletou. 
Confiram o que dissemos no dia 23 de agosto. Sem bola de cristal, sem vodú, passamos a vocês internautas, com mais de dois meses de antecedência, a realidade que hoje se apresenta ao mundo.
É só colar o link abaixo no seu navegador e ouvir o podcast da coluna. Se tiver problemas auditivos, pode ler também o texto.


http://www.cbnsalvador.com.br/noticias/single-noticias/noticia/tony-pacheco-pergunta-donald-trump-ja-ganhou-ou-ja-perdeu/?cHash=09803dd1607e17b1ee83a2268798ad73



GIRA MUNDO  23.08.2016


Bom dia amigas e amigos da CBN!
Há quem aposte que Donald Trump já perdeu a eleição, pois é tido como estranho demais com suas idéias contra mexicanos e islamitas. Só que ele está com um discurso voltado para a maioria do povo americano. E a maioria não é hispânica e nem é negra. E daí surge a pergunta da semana: os intelectuais estão certos e Trump já perdeu?
Vejamos. O poder de Putin, na Rússia, foi conseguido por eleições sucessivas. Ele é racista, homofóbico, misógino e invadiu e anexou territórios da Ucrânia e Geórgia. Erdogan, na Turquia, é o rei dos votos. É racista, mata curdos, persegue refugiados sírios em troca de euros da União Europeia e demitiu mais de 60 mil militares, jornalistas e professores.
Joko Widodo foi eleito democraticamente pelos 267 milhões de indonésios. É intolerante e fuzilou dois brasileiros acusados de tráfico de drogas pela justiça islâmica pra lá de suspeita do seu país.
Rodrigo Duterte, acaba de ser eleito nas Filipinas e liberou a Polícia e a população para matar os traficantes de drogas no meio das ruas, sem julgamento pela Justiça. Está promovendo um banho de sangue.
Resposta da pergunta da semana: muitos americanos querem Trump porque há um cansaço mundial em relação aos políticos tradicionais, que prometem tudo e não cumprem nada. O povo está votando em candidatos que imponham a vontade do eleitor. Foi assim agora, lá na Inglaterra, que a maioria burra exigiu e conseguiu sair da União Europeia. Donald Trump está empolgando a maioria branca que nunca vai às urnas. Se ele não mudar o discurso terá uma vitória histórica. Gostemos ou não. Tony Pacheco para a CBN Salvador.


terça-feira, 8 de novembro de 2016

A MAFIOSA CONTRA O SEM-NOÇÃO: O QUE VIRÁ DA CAIXINHA DE SURPRESAS DAS ELEIÇÕES NOS EUA?

tonY paCheCO
Ouça nossa coluna na rádio CBN Salvador. Cole o link abaixo em seu navegador, ouça e dê sua opinião:
http://www.cbnsalvador.com.br/noticias/single-noticias/noticia/tony-pacheco-fala-sobre-as-eleicoes-nos-estados-unidos/?cHash=1e03accaa319f93c51ec6fa5d4186049