Filmes Comentários

quinta-feira, 18 de abril de 2013

MORREM 3 EM BOSTON E OBAMA VAI PRA TV. NO BRASIL, A PRESIDENTE IA MORAR NA TV.


JORNAL COMENTADO 89

TONy pacheco*

18.04.2013 – 6:03 – Quinta-feira

Assassinatos e tiroteios por todo lado
(toda a mídia brasileira)


A força do Império Americano se faz sentir até na hora da tragédia, mas também nos mostra como a vida nos países desenvolvidos é mais valorizada do que aqui. As explosões na Maratona de Boston, nos EUA, resultaram em três mortos e 100 feridos, mas isso foi suficiente para o presidente americano, Barack Obama, dar uma coletiva mostrando sua preocupação e prometendo punição “com o rigor da lei” para os responsáveis.
Agora, imagine no Brasil se a presidente da República fosse à TV cada vez que morressem três brasileiros assassinados... Ela não ia sair da TV se a gente for ver as estatísticas:
Salvador, por exemplo, a capital com mais assassinatos no Brasil, só no último fim de semana teve 19 homicídios, segundo a Superintendência de Telecomunicações das Polícias Civil e Militar (Stelecom). Em São Luís do Maranhão, foram 4 e 12 assassinatos em Fortaleza, segundo a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) e assim por diante. Já deu pra ver que 3 mortos em Boston é fichinha pra nós, brasileiros?
Pois veja mais: em 2012, Salvador teve 2.391 assassinatos, o que dá uma índice de 65 pessoas mortas em cada 100 mil habitantes. Com isso, segundo a ONG Consejo Ciudadano para la Seguridad Publica e Justicia Penal, do México, citada pela rede de TV americana CNN, SALVADOR É A DÉCIMA QUARTA CIDADE MAIS VIOLENTA DO PLANETA TERRA. Para se ter uma idéia da gravidade destes dados, basta dizer que São Paulo, uma cidade QUATRO VEZES MAIOR QUE SALVADOR, teve 1.495 assassinatos em 2012 e o Rio de Janeiro, três vezes maior que Salvador, 1.196.
Segundo o órgão da ONU que acompanha as estatísticas de violência no mundo, o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC, na sigla em Inglês), o Brasil, ONDE CIDADÃOS HONESTOS NÃO PODEM TER ARMAS, é o DÉCIMO PRIMEIRO país mais violento do mundo, com um índice de assassinatos de 21,7 por cada 100 mil habitantes. E os EUA, país onde se pode comprar armas até pela Internet, está em QUADRAGÉSIMO QUINTO lugar, com 5 assassinatos por cada 100 mil habitantes.
Em termos mundiais, a proibição de armas no Brasil mostra que esta medida, tomada no governo Lula/PT, só fez incrementar a violência por armas no Brasil. O Brasil tem média de 21,7 assassinatos por 100 mil habitantes, mas o mundo tem média de apenas 6,9. As 3 Américas e o Caribe, têm média de 15,4 e a própria América do Sul, sozinha, tem média de 20, isto é, mesmo no nosso cantinho do mundo, que inclui os países produtores de cocaína (Colômbia, Venezula e Bolívia), ainda assim o Brasil vence na categoria assassinatos de cidadãos.
E vai piorar: é só dar uma olhada no crescimento dos homicídios em Salvador em 2012. Foram 2.391. Só que o crescimento em relação a 2011 foi de 32% POR CENTO.  É um crescimento brutal.
Mas, aí, nós perguntamos: VOCÊ JÁ VIU ALGUM PRESIDENTE DA REPÚBLICA (não só a Dilma, mas o Lula, o FHC, o Itamar, o Sarney, todos os generais da ditadura) IR PARA A TELEVISÃO DIZER QUE ESTÁ PREOCUPADO com os assassinatos diários de brasileiros?
Somos o sétimo país que mais mata mulheres no mundo, somos o quarto país que mais mata jornalistas, o que mais mata homossexuais por ódio, enfim, somos campeões mundiais em assassinatos em relação à nossa população, pois cometemos 9% de todos os assassinatos do mundo, com uma média de 50 mil homicídios por ano.
E o presidente Obama vai para a TV lamentar três mortos por algum ativista doido americano ou islamita mais doido ainda... Nossos presidentes brasileirinhos estão perdoados, se forem pra TV toda vez que um brasileiro é morto, o dia teria que ter 48 horas e o ano, mais de 700 dias...

*tony Pacheco é jornalista profissional formado pela UFBA.

Um comentário:

  1. Sempre ce4rteiro, embora cruel.
    Ronaldo Casali

    ResponderExcluir